Você sabe o que é alopecia? Saiba como ficar atenta!

Alopecia

A alopecia é uma disfunção do couro cabeludo que é muito comum. Entretanto, muitas pessoas não a conhecem por esse nome ou ao menos estão cientes de que estão passando por esse caso. Conheça a alopecia e saiba como perceber os sintomas e tratá-los.

O que é alopecia?

A alopecia é quando uma grande quantidade de cabelo cai em uma região de maneira repentina e até mesmo rápida. O que muitas pessoas não sabem é que esses cabelos não precisam ser apenas do couro cabeludo, podendo acontecer em qualquer parte do corpo. Além disso, é importante destacar que existem diferentes tipos de alopecia, mas veremos isso mais para frente.

Alopecia tem cura?

A cura da alopecia está associada a sua causa, portanto, a sua cura vai depender do que se trata o caso. Por isso, é preciso analisar cada tipo de alopecia para que se possa chegar a alguma conclusão sobre a cura. Por isso a melhor opção é sempre procurar um médico dermatologista assim que começar a perceber a queda de cabelo. Veja abaixo os tipos de alopecia para entender melhor.

Tipos de alopecia

-Alopecia androgenética: conhecida popularmente como calvície, acontece no topo da cabeça e é mais comum em homens.

-Alopecia androgenética feminina: embora seja uma doença que aconteça mais com os homens, a alopecia também pode afetar as mulheres. Atualmente a disfunção atinge até 5% das mulheres. Promove o afinamento dos fios, até que parem de crescer por completo.

-Alopecia areata: é quando a queda acontece em um ponto específico, neste caso, geralmente os fios caem em tufos e em regiões arredondadas, deixando a pele lisa.

-Alopecia cicatricial: ela acontece quando o couro cabeludo para a produção de fios, causando cicatrizes na região do problema. Existem dois tipos de alopecia cicatricial, a primária e a secundária.

-Alopecia difusa: produz sensação de escassez de cabelo, pois promove a queda progressiva e generalizada. Também é mais comum em homens, mas também ocorre com as mulheres.

Principais causas da alopecia e como tratar

Principais causas da alopecia e como tratar

Conforme mencionamos anteriormente, as causas e tratamentos estão ligados, portanto, variam para cada caso de alopecia. Vamos relembrar cada um deles e associar o tratamento indicado.

Alopecia androgenética: hereditária e relacionada aos níveis de testosterona no sangue. O tratamento deve ser administrado por um dermatologista e pode ser feito via oral, aplicação tópica na região, microinjeções tópicas de vitamina, tratamentos a laser ou transplante capilar.

-Alopecia androgenética feminina: causas por fatores hormonais ou hereditários e o tratamento é o mesmo mencionado no tópico anterior.

-Alopecia areata: pode ser causada por doenças autoimunes, traumas, estresse ou outros fatores emocionais. Também deve ser tratada exclusivamente por um médico especialista. O tratamento geralmente é feito através de injeções de cortisona, uso tópico de minoxidil ou também antralina. Em casos mais graves também pode ser indicado o uso de corticoides.

-Alopecia cicatricial: a primária é causada por processos autoimunes, infecciosos, anti-inflamatórios ou congênitos. Pode ser revertida apenas se diagnosticada precocemente. Já a secundária se dá por por queimaduras, tração capilar, micoses, infecções virais, traumas, entre outros fatores. Durante o tratamento, ambas podem ser interrompidas ou amenizadas com o uso de medicamentos antibióticos, anti-inflamatórios ou corticosteróides.

-Alopecia difusa: suas causas estão ligadas a doenças como hipertireoidismo, má alimentação, uso de determinados medicamentos e etc. Pode ser curada quando a causa da alopecia é resolvida. Entretanto, em alguns casos é preciso também partir para um tratamento médico de alopecia areata para evitar que os fios continuem caindo ou sendo enfraquecidos.

Agora que você já entende um pouco mais sobre alopecia, não se esqueça de que, caso tenha notado algum destes sintomas, é preciso procurar um médico dermatologista imediatamente para que ele possa fazer uma avaliação do caso, certo!?

Você sabe o que é alopecia? Saiba como ficar atenta!
4.8 (95%) 4 vote[s]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe essa Notícia