Batalha dos Barbeiros: final aconteceu na 13ª edição da Beauty Fair!

A conhecida Batalha dos Barbeiros, aconteceu no segundo sábado deste mês (10/09/2017) na 13ª edição da Beauty Fair, a maior feira de beleza da América Latina que acontecem em quatro dias na cidade de São Paulo. A final foi concorrida em três categorias: corte, desenho e barba. Além da batalha, os quatro dias foram marcados […]

A conhecida Batalha dos Barbeiros, aconteceu no segundo sábado deste mês (10/09/2017) na 13ª edição da Beauty Fair, a maior feira de beleza da América Latina que acontecem em quatro dias na cidade de São Paulo. A final foi concorrida em três categorias: corte, desenho e barba.
Além da batalha, os quatro dias foram marcados por workshops, dicas e técnicas de grandes profissionais.

Batalha dos Barbeiros: Idealizadora

Érica Nunes tem 33 anos, é carioca, ativista cultural e criadora da Batalha. Ela, que produzia a “Batalha do Passinho”, um movimento social criado no Rio de Janeiro, viu a necessidade de um novo movimento, foi aí que surgiu a pergunta: “se existe a batalha do passinho, por que não existir a batalha dos barbeiros? ”. Logo, surgiu a Batalha dos Barbeiros, visando aprimorar e promover a barbearia brasileira.

De acordo com Érica, os barbeiros estavam esquecidos, eles não faziam o sucesso que vemos nos dias de hoje. “Ninguém queria saber de barbeiros e, há 4 anos atrás, eu criei a batalha”. Assim, eles passaram a ser valorizados pelo seu desempenho e trabalho.

Madrinha, apresentadora e idealizadora da batalha, ela, que é uma das poucas mulheres dentro do segmento da barbearia, diz sempre ter compreendido bem essa área. “Foi uma honra e, ao mesmo tempo, um grande desafio que eu assumo bem. Hoje, sou muito feliz por fazê-los felizes, por mostrarem para eles que a batalha não é minha, é dos barbeiros”.

Além disso, Érica é cabeleireira e também é dona de uma república-escola de barbeiros em Campo Grande, no Rio de Janeiro, lugar onde também mora. As vagas são dedicadas à jovens que não tem condições de pagar pelas aulas de barbearia. A escola também disponibiliza hospedagem para estudantes que vem de fora da cidade para aprimorar a técnica.

Como funciona a batalha?

Realizada uma vez ao ano, a batalha passa por algumas regiões do Brasil. Este ano, passou por Recife, Natal, Goiânia, Brasília e São Paulo.
Os candidatos de cada região competem em suas categorias. Os finalistas participam da grande final que, neste ano (2017), aconteceu na Beauty Fair, em São Paulo, com um total de 18 competidores.

O barbeiro luso-americano, Danny Amorim, 37 anos, nascido nos Estados Unidos e filho de Portugueses, é popular na área da barbearia. Barbeiro profissional, está no ramo há 19 anos. Ele, que é dono de três grandes barbearias em New Jersey – Estados Unidos, veio esse ano ao Brasil para participar como um dos jurados da grande final da batalha.

Amorim explica que os principais critérios para ganhar a batalha é fazer um corte completo: “O que nós vemos principalmente é um bom corte. Algumas vezes eles tentam fazer, mas deixam cabelo embaixo, um pouco de cabelo atrás, a frente não está acertada bem, e deve ser como um cliente que saí de nossa barbearia. Tem que ser um corte completo! ”. Criterioso, ele diz: “não se pode ganhar uma batalha assim, tudo deve ser feito!”! Finaliza.

Idealizadora Érica Nunes e o Barbeiro Danny Amorim. Foto: Salon Line.

Mas afinal, quem ganhou a grande batalha?

Ítalo Guilherme tem 29 anos e é conhecido na área da barbearia como “ponta du corte”. Ele foi um dos ganhadores da batalha nacional de 2017 na categoria desenho.

Barbeiro há 17 anos, e há cinco no ramo do desenho de realismo e 3D, inspira-se em barbeiros internacionais, como Rob Ferrel, para realizar os seus trabalhos: “procuro imitá-lo para, ao menos, chegar perto dele”.

O mineiro, que já foi campeão no Rio de Janeiro, volta para casa com um novo troféu pela sua participação e prova de muito talento demonstrado em São Paulo.
Junto com Ítalo Guilherme, outros dois barbeiros também venceram a batalha. Rodrigo Rodrigues, de Goiânia, campeão na categoria Barba e Paulo Cesar, de São Paulo, que venceu a categoria corte.

A batalha contou com parceria da Salon Line e de suas melhores Máquinas de Corte, que acabam de chegar ao Brasil, Andis. Você, barbeiro, que deseja competir no próximo ano, fique de olho na programação nas redes sociais ou, se preferir, acesse o site para conhecer tudo sobre a batalha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe essa Notícia