Cabelo é liberdade, sim!

Liberdade do cabelo

 

O quão importante é o seu cabelo para você? Quantas fases vocês já passaram juntos? Quais são suas lembranças mais profundas com eles?

O nosso cabelo conta uma história.

O cabelo através dos tempos foi considerado força para os homens e sensualidade para as mulheres. Na Grécia Antiga já foi ofertado aos deuses em troca de promessas e foi ainda na Grécia que os primeiros salões de beleza deram o ar da graça. Diz o mito que os cabelos da deusa Vênus tinham um perfume divino de ambrósia. No Egito era símbolo de poder: os faraós ostentavam perucas magníficas. Enquanto no hinduísmo os cabelos de Shiva mostravam todas as direções do espaço. O Rei Sol, na França, é outra figura icônica que não dispensava o uso de uma cabeleira artificial para demonstrar superioridade perante os súditos.

Tantas culturas diferentes que viam nos fios uma força, um poder de construir imagens, mitos e histórias. E através dos séculos essa premissa segue verdadeira: nosso cabelo diz algo sobre a gente. A maravilha sobre isso é que temos tantas possibilidades que podemos a cada dia sermos o que quisermos. Com os fios bagunçados ao acordar me sinto independente, livre. Com eles soltos e leves me sinto segura. Com um coque alto me vejo responsável e pronta. Com tranças, carinhosa. Com os cabelos presos me sinto ativa. Com os fios naturais me encontro forte. Com eles coloridos me permito ser novidade. Me encontro de várias formas, me vejo por vários prismas. Mas, de todas as formas, me sinto eu. Me sinto completamente eu.

Todo cabelo conta uma história e todo dia uma página nova que pode ser escrita como eu quiser e como eu preferir.

E essa sensação de poder ser o que se quer nenhum deus grego, faraó ou rei pode tirar.
Liberdade, liberdade! Hoje e sempre, aos fios e à gente!

Cabelo é liberdade, sim!
5 (100%) 1 vote[s]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe essa Notícia