Quais são as diferenças e as semelhanças entre cabelos lisos e crespos?

Engana-se quem pensa que todo cabelo é igual. Os fios de cada pessoa têm características diferentes, ao mesmo tempo que eles podem ser mais parecidos com os outros do que imaginamos. O cabelo liso e o cabelo crespo, por exemplo, são dois extremos de curvatura que possuem diferenças gritantes, mas algumas semelhanças que os aproximam.

Identificar as características de ambas as curvaturas é essencial para conhecê-los bem, e saber cuidar e cultivar cabelos saudáveis. Confira a seguir as diferenças e semelhanças de cada tipo de cabelo:

Os dois precisam de muita hidratação

Muita gente já sabe que os cabelos crespos são os que mais sofrem com o ressecamento. Por causa do seu formato em espiral ou em Z, o fio crespo tem mais dificuldade em distribuir a oleosidade natural, vitaminas e nutrientes ao longo do comprimento do fio, e consequentemente, é mais ressecado que os demais. Quanto mais crespo for o cabelo, mais ele sofrerá com a falta de hidratação.

Já os cabelos lisos, ao contrário do que se pensa, também necessitam de hidratação, e isso inclui os fios que sofrem com a oleosidade. Isso porque a hidratação vai devolver a umidade natural do cabelo, mantê-los alinhados, longe do frizz, mais sedosos e maleáveis.

O cabelo crespo é mais frágil que o liso

Quem vê todo aquele volumão e movimento nos cabelos crespos nem imagina o quanto eles são frágeis. Nos fios com mais curvatura, a distribuição de queratina é irregular, o que significa que ele se concentra ao redor do fio e não no centro.

A falta de estrutura no centro do fio o deixa mais sensível e frágil, tornando o cabelo mais sujeito a quebra. Juntando isso ao fato de que os crespos já são naturalmente mais ressecados e têm mais dificuldade de absorverem os nutrientes e vitaminas, dá para perceber que esse tipo de cabelo depende bastante de cuidados intensos.

Os dois precisam de proteção térmica

É comum achar que os cabelos lisos são mais fáceis de manter, mas alguns cuidados também precisam ser tomados por ambos os extremos da curvatura. Na hora de usar o secador, por exemplo, as lisas costumam se preocupar menos com a agressão do calor e com a frequência do uso, o que pode causar danos perigosos a integridade do fio.

Evite o excesso de uso dos acessórios de calor nos fios, e prefira sempre secar os fios ao natural. E antes de usar o secador, utilize sempre um protetor térmico para amenizar os danos. No caso de cabelos crespos, utilize sempre um difusor como o Difusor Star Cachos da Salon Line e use-o na temperatura média para evitar o ressecamento e o frizz.

O cabelo liso sofre mais com a oleosidade

Enquanto o cabelo crespo sofre bastante com o ressecamento e a dificuldade em distribuir a oleosidade natural, o cabelo liso sofre com o oposto. E para piorar, o efeito rebote acontece quando se há um excesso em combater o problema e o organismo entende que precisa produzir mais sebo ainda.

No cabelo liso, cuidados constantes como não usar água quente, lavar os fios com movimentos leves, usar produtos especializados, evitar passar a mão nas madeixas com frequência precisam ser tomados para não agravar ainda mais o problema.

Apesar de diferentes, algumas semelhanças aproximam esses dois extremos de curvaturas mais do que imaginamos – o que eles têm em comum, principalmente, é que ambos precisam de cuidados especializados. Aproveite para descobrir o cronograma capilar, uma rotina regrada de cuidados para todos os tipos de fios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Horas
minutos
segundos