5 coisas que você deve pensar antes de comprar uma roupa nova

A gente sabe que comprar uma roupa nova traz uma enorme euforia e sentimento de prazer. Mas você já parou para refletir nesses instantes que antecipam a sua compra se ela realmente é importante? Além disso, o quanto comprar novas peças pode ser apenas um ato impulsivo ou um hábito?

Se você tem um guarda-roupa lotado e ainda não avaliou esses fatores, chegou a hora de dar os primeiros passos para um consumo mais consciente. E para te ajudar nessa jornada, listamos 5 coisas que você pensar antes de comprar uma roupa nova. Vamos lá!

1) “Eu preciso dessa roupa nova ou estou comprando por impulso?”

Quando você recebe dicas de moda ou vê uma propaganda de uma peça maravilhosa já sai, logo em seguida, às compras? Ou então quando vai ao shopping, ou abre o site da sua loja favorita, enche a sacola com diversas peças? É melhor reavaliar esse comportamento.

Antes de sair comprando tudo o que você vê, pense no que comprou nas últimas semanas, se aquela quantidade de roupa nova é realmente necessária e se você tem peças nunca usadas em casa. Com certeza essa reflexão vai te ajudar na decisão.

2) “Eu posso pagar por essa roupa nova?”

Essa parece uma pergunta com resposta óbvia, mas muita gente não avalia o buraco no orçamento que uma roupa nova pode causar. Mesmo que na hora daquela liquidação “imperdível” possa parecer que é apenas “uma blusinha”, é na junção de vários momentos como esse que você pode se atolar em dívidas.

Leve em consideração que grandes ofertas vêm e vão e o mais importante é não ficar no vermelho no fim do mês. E ainda, se for uma peça mais cara, avalie se ela vale mesmo tanto a pena a ponto de comprometer as suas finanças.

3) “Eu já tenho uma peça parecida ou igual?”

Por mais que você tenha seu estilo bem definido, não há por que ter várias roupas iguais! Mesmo gostando muito de uma peça, é desperdício de dinheiro ter mais de uma exatamente igual, quando você pode, apenas, lavar e usar novamente.

Por isso, antes de comprar roupa nova, reflita se é algo realmente novo ou se apenas alguns detalhes são diferentes de uma peça que você já tem. Também não caia na armadilha de comprar uma cor diferente, de um modelo que você ama, que pode não combinar nada com você.

4) “Essa roupa nova combina com outras peças do meu guarda-roupa?”

Amou uma peça, mas acha que ela não combina com nada que você tem em casa? Ligue o sinal vermelho e interrompa a compra! Pensar em uma roupa nova isoladamente por ser a maior furada, porque depois você não vai conseguir usar com nada que tem em casa.

Antes de ceder ao desejo, pense no seu armário como um todo e cada nova aquisição deve combinar com as coisas que já existem nele. A dica é tentar montar, mentalmente, três looks com esse roupa nova que quer comprar. Se você não conseguir, é melhor deixar pra lá.

5) “Essa roupa nova é meu estilo?”

Por mais que essa pergunta possa ser básica, muitas vezes, as tendências ou dicas de moda podem despertar um desejo de consumo por peças que não tem nada a ver com o seu estilo.

Na hora de comprar roupas novas, você precisa considerar seu estilo como um todo e o que realmente gosta de usar. Não adianta comprar roupa com pegada vintage só porque está na moda, se você prefere looks mais esportivos. 

Esses 5 passos podem parecer complicados no começo, mas, com o tempo, eles vão se tornar um hábito e você vai conseguir aplicá-los sem complicações. Além disso, esse não é um movimento para que você se torne uma “mão-de-vaca” e nunca mais compre nada.

As dicas são para que você reveja suas necessidades antes de correr para uma loja, física ou virtual, e avalie o que já tem. Ter consciência de como funciona a sua forma de consumir é fundamental para a sua saúde financeira e evita surpresas desagradáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Horas
minutos
segundos
pele perfeita

A pele perfeita é a sua

E quem diria que nossos banheiros precisariam de prateleiras extras? E quem diria que nossa rotina de beleza cresceria? E quem diria que pronunciaríamos skincare

Leia completo »