Óleos essenciais para cabelo: para que servem e como usá-los?

Eles estão em toda parte: nos perfumes, nos detergentes para lavagem de roupas, nos medicamentos e também nos cosméticos capilares. Os óleos essenciais para cabelo não são novidade, mas muitas mulheres ainda têm dúvidas sobre a real finalidade desse ingrediente nos fios.

Feitos a partir de ervas, flores, espinhos, árvores e todos os tipos de vegetais, esses óleos são, literalmente, a essência das plantas das quais eles se originam. Justamente por isso, são as substâncias com a maior concentração energética vegetal que existe, além de serem bastante complexos, podendo conter até 300 substâncias diferentes em um único frasco.

Muitas pessoas já usavam os óleos essenciais para aromaterapia, massagens, banhos de imersão e de chuveiro, compressas, inalações e escalda pés, mas seus princípios ativos também têm se mostrado eficientes na melhora da saúde dos fios e do couro cabeludo, atraindo adeptas de todos os tipos de cabelo.

Benefícios do óleo essencial para cabelo

Além de atuarem na reposição de nutrientes essenciais para a saúde dos fios, os óleos também ajudam a repor a umidade do cabelo. Penetrando no córtex da fibra capilar, eles são capazes de nutrir de dentro pra fora e, por essa razão, também são perfeitos para potencializar o tratamento de nutrição.

A capacidade antioxidante dos óleos essenciais auxilia na melhora do fluxo sanguíneo, o que facilita a penetração dos nutrientes no couro cabeludo, sendo uma ótima opção para os tratamentos de dermatite seborréica, oleosidade excessiva, calvície, psoríase e até mesmo no combate aos piolhos.

Já os ácidos graxos e as vitaminas presentes nessas substâncias concentradas são perfeitos para a reconstrução da superfície do cabelo danificado, além de serem capazes de proteger os fios de danos futuros. Os óleos também são capazes de hidratar e eliminar as pontas duplas do cabelo.

Vale lembrar também que, apesar do termo “óleo” no nome, essas substâncias não são gordurosas. Além de serem altamente voláteis, eles são substâncias concentradas que apresentam propriedades terapêuticas, mas não oleosas, o que significa que mesmo quem tem o cabelo liso pode usá-los.

Como usar os óleos essenciais para tratamento capilar

Por serem altamente concentrados, os óleos essenciais não devem ser aplicados diretamente no couro cabeludo. Apesar disso, você pode usar o produto puro “só nas pontinhas”, pois, dessa forma, você não estará prejudicando os fios – ao contrário: os óleos essenciais funcionam como ótimos reparadores de pontas.

Para usar a substância em todo o comprimento, a recomendação de especialistas é que ela seja diluída com outro cosmético ou até mesmo com outro óleo vegetal. Você pode acrescentar algumas gotas do seu óleo essencial preferido no seu shampoo, condicionador ou máscara de hidratação – o ideal é colocar entre 2 e 5 gotas no seu produto.

Uma forma prática e eficiente de garantir os benefícios dos óleos essenciais nos cabelos é apostando em cosméticos que já tenham esses ingredientes na composição, como no caso dos produtos da linha Meu Liso Óleos Essenciais, que conta com shampoo, condicionador e máscara de hidratação.

Todos eles são enriquecidos com os óleos de argan, algodão, chá verde e girassol, proporcionando uma nutrição capilar que não pesa nos cabelos lisos. Vale a pena apostar nessa combinação e garantir todos os benefícios dos óleos essenciais no seu cabelo – e na medida certa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Horas
minutos
segundos