Eu confio… em mim! Experimente confiar em você também

Karol Pinheiros

Olá, meu nome é Karol Pinheiro e hoje vou propor um exercício bobo. “Mas, Karol, se é bobo porque eu deveria fazer?”. Você não deve, mas se estiver a fim de descobrir que coisas importantes moram nos detalhes bobos, sugiro que:

1- Pense na pessoa que julga ser a mais incrível desse mundo todinho. Vale uma amiga, um amigo, alguém da família… ok, libero até que a pessoa escolhida seja uma celebridade.

2- Agora faça uma lista (pode ser mental mesmo) das três principais características pelas quais acredita que essa pessoa é maravilhosa.

Leia também: Hábitos saudáveis: 7 Praticas para ter a qualidade de vida melhor

3- Repita o processo da lista, mas agora tentando imaginar o que a própria pessoa elegeria como motivos pelos quais é maravilhosa.

Quantos itens se repetem nas duas listas? Um, dois, todos?

4- Faça os 3 passos anteriores escolhendo… VOCÊ!

Aposto um monte de kit de produtos Salon Line que foi bem mais difícil apontar o que faz de você uma pessoa maravilhosa do que pensar o mesmo do outro. Certo? Aliás, já parou pra pensar que alguém próximo pode ter eleito VOCÊ como a pessoa maravilhosa em questão?

Elogiar e enaltecer o outro é realmente muito importante e faz parte do processo de nos tornarmos melhores! Mas a gente simplesmente esquece de se valorizar. Sei que falar é fácil, já que é o seu reflexo que te encara todos os dias, a sua mente que abriga seus pensamentos todos os dias, as suas fraquezas e defeitos com os quais é obrigada a conviver todos os dias. Mas, ei, existem (muitas) coisas boas aí sim!

Leia também: Autoestima Baixa: Aprenda a amar você do seu jeito!

Um jeito prático de começar é criar o hábito de fazer todos os dias o exercício que sugeri, mas agora usando papel e caneta para anotar antes de dormir 3 coisas que tornaram VOCÊ especial aquele dia. Pode ser um conselho que deu a alguém, o penteado que ficou lindo, uma obrigação que tirou da sua lista de afazeres… vale tudo, das coisas mais simples até as mais grandiosas. No final da semana, releia cada um dos pontos para lembrar-se de que assim como os defeitos são grandiosos, nossas qualidades também devem ser!

Leia também: Como ser feliz: 5 passos para aliviar a bad 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe essa Notícia