Creatina: Para que serve?

A creatina, muito conhecida em academias, por quem treina e pratica exercícios físicos, é uma amina que contém dois aminoácidos: a glicina e arginina que podem ser encontradas tanto no corpo humano, como também em alimentos como os peixes e carnes.

Mas, o que poucos sabem é a verdadeira função da creatina, e vamos tirar todas as suas dúvidas sobre isso.

Normalmente, a creatina é utilizada para fornecer energia durante treinos e exercícios físicos intensos e com uma curta duração – atividades conhecidas como explosão.  Ela também é muito utilizada na redução de danos à musculatura, reduzindo assim a fadiga – possibilitando o aumento da intensidade no treino e evitando a hipertrofia muscular. Além disso, ela age até mesmo na fibra capilar. Achou estranho? Mas é verdade, ela tem esse poder! Saiba mais abaixo sobre seus benefícios e como usá-la!

Creatina: como usar?

Normalmente, a creatina é encontrada em pó (suplemento) ou cápsula (remédio). Ela é indicada para utilizar no pós-treino, pois o seu efeito é cumulativo e não agudo e os benefícios acontecem quando a creatina atinge o músculo. Porém, o consumo deve, apenas, ser consumido com orientação médica – evitando possíveis danos.

Entretanto, poucos sabem que a creatina também faz bem para a saúde capilar, sendo encontrada em cosméticos, como em máscaras capilares, por exemplo.

Quando usada no corpo, ela pode aumentar a massa corporal, já quando se trata do cabelo, ela restaura a fibra e a deixa mais resistente – função parecida com a da queratina.

Com a falta de cuidado no dia a dia, resultando na fragilidade, queda, opacidade, ressecamento e excesso de frizz. A melhor saída é procurar tratamentos e cuidados específicos para conseguir o melhor efeito e saúde da fibra, por isso, a creatina é uma solução.

A falta da creatina e qualquer outra proteína no cabelo pode acontecer pelo excesso de química, exposição ao sol, uso de aparelhos de calor como secador e prancha e até mesmo poluição, isso porque deixam as escamas abertas –  favorecendo a perda de água e seus nutrientes.

É comum essa substância agir em conjunto com a queratina, ajudando a potencializá-la, favorecendo uma boa reconstrução e criando uma proteção contra agressões químicas e climáticas, resultando em um cabelo mais bonito e mais saudável.

Creatina x queratina: você sabe a diferença?

Apesar de o nome ser parecido, o seu significado é diferente.

As moléculas da creatina são menores quando comparado com as da queratina, por esse motivo, a creatina penetra mais profundamente no fio. Mas, ao mesmo tempo, ela funciona como aliada da queratina.

Já a queratina age na superfície da fibra, enquanto a creatina ajuda na absorção, pois a queratina não consegue penetrar em partes da molécula, ou seja, uma completa a ação da outra.

Creatina: quais os benefícios?

  • Ajuda no ganho muscular;
  • Melhora o desempenho durante os exercícios;
  • Repara os danos;
  • Compõe e age em conjunto com a queratina no cabelo.

Creatina: qual o melhor produto?

Normalmente, a creatina é encontrada em máscaras de hidratação, mas antes, verifique o rótulo do produto para conhecer a formulação.  A Salon Line tem, por exemplo, em sua linha #todecacho as Mega ampolas – indicadas para o cronograma capilar, uma delas é a ampola R de Reconstrução, ela possui colágeno, creatina e queratina, tudo para hidratar, reparar e reconstruir a fibra capilar. Escolha o seu produto preferido e arrase com um cabelo bonito, saudável e cheio de vida.

Ela pode fazer mal?

A creatina é uma proteína para o cabelo, mas ela só deve ser usada quando necessário, por isso, faça hidratação e uso de creatina quando os fios realmente precisarem e estiverem ressecados, com frizz, danificados e pontas duplas.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Horas
minutos
segundos