Decapagem capilar: entenda tudo sobre a técnica

Com certeza você já ouviu a frase “tinta não clareia tinta”, não é mesmo? Muitos cabeleireiros falam isso quando alguém que tem o cabelo tingido de uma cor escura deseja colorir com tom claro. Realmente essa combinação pode dar muito errado.

Nesses casos é indicada a decapagem capilar, um processo de remoção de pigmentos escuros que vai garantir que a nova coloração fique da maneira desejada, evitando as temidas manchas.

Saiba tudo sobre essa técnica, quando ela é indicada e tire a grande dúvida: a decapagem capilar estraga o cabelo? 

O que é decapagem capilar?

A decapagem capilar é uma técnica que tem como objetivo a retirada de pigmentos artificiais dos fios, ou seja, de uma coloração anterior, para que uma nova cor possa ser depositada na fibra capilar.

Esse procedimento costuma ser feito antes de uma nova transformação em fios já coloridos e é muito indicado para quem tem o cabelo com colorações escuras e deseja pintar de outra cor. Como promove uma remoção mais profunda dos pigmentos, pode ser usada para retirar tonalizante e coloração permanente.

Quando fazer a decapagem capilar?

Quem tem os fios tingidos de preto, castanho ou vermelho sabe o quanto esses pigmentos são mais difíceis de serem retirados – por isso, nesses casos, a decapagem capilar é indicada. Logo, para pintar o cabelo de um tom mais claro, é preciso remover os pigmentos escuros para que o cabelo não fique manchado.

Além disso, por se tratar de uma técnica mais agressiva, ela não deve ser feita quando as madeixas estão muito danificadas, já que a técnica pode deixá-las ainda mais frágeis. Por isso, o ideal é fazer a decapagem capilar no salão com um profissional especializado, que vai realizar o teste de mecha e avaliar a saúde do cabelo.

Antes e depois da decapagem capilar
O produto para fazer decapagem no cabelo é o decapante

Como fazer a decapagem capilar?

A remoção dos pigmentos é feita com um produto para decapagem capilar chamado decapante, que pode ser diluído em água quente para clareamentos mais leves. Caso os fios estejam em tons intensos, o profissional pode misturar o decapante com um oxidante, que vai ajudar a clarear mais tons do cabelo.

Em alguns casos apenas uma aplicação é o suficiente para que uma nova coloração seja feita sem a possibilidade manchas, mas caso a antiga coloração seja muito escura, pode ser preciso repetir o procedimento.

Qual a diferença entre decapagem e descoloração?

Embora sejam técnicas semelhantes que tem o intuito de retirar pigmentos do cabelo, existem duas diferenças básicas entre elas: o momento em que podem ser utilizadas e o produto aplicado.

Enquanto que a descoloração serve para clarear os cabelos virgens com o uso do tradicional pó descolorante, a decapagem capilar remove pigmentos de fios já tingidos utilizando o decapante.

A decapagem capilar estraga o cabelo?

Qualquer procedimento químico age na estrutura do cabelo para modificá-lo – e no caso da decapagem capilar para remover pigmentos escuros. O problema é que com essa retirada de cor alguns nutrientes importantes vão embora junto.

Por isso, após a decapagem, é muito importante repor o que o cabelo perdeu e é essencial para mantê-lo saudável e bonito, como água, vitaminas e proteínas. Nessa hora o cronograma capilar é a melhor pedida, já que ele se trata de uma rotina que alterna hidratação, nutrição e reconstrução, ou seja, tudo o que o cabelo precisa.

E se você não sabe quais produtos usar em cada uma dessas etapas, descubra as melhores máscaras para cada tipo de fio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Horas
minutos
segundos