Entenda o que é coloração e descoloração

O mundo das transformações capilares é cheio de técnicas e termos que, às vezes, nos deixam confusas e sem saber qual a diferença entre eles – e isso acontece muito entre a coloração e descoloração.

Esses dois procedimentos podem parecer iguais, mas têm diferenças significativas quanto à ação e resultado. Mesmo que você os faça apenas no salão, é muito importante entender como cada um age no seu cabelo, qual agride mais e como cuidar dos fios depois.

Vem entender de uma vez por todas a diferença entre coloração e descoloração.

O que é coloração?

A coloração é um procedimento químico que consiste em depositar pigmento de cor na fibra capilar, alterando, assim, a cor. Você pode colorir os cabelos utilizando dois tipos de produtos: tonalizante ou tinta, também conhecida como coloração permanente.

O tonalizante é uma coloração que, geralmente, não possui amônia e funciona como um tipo de capa, ou seja, só se fixa na parte superficial do fio. Por ficar apenas na área externa, esse produto não modifica a estrutura original da fibra. Ele é responsável, e tem como principal função, intensificar o tom ou dar brilho.

Já a tinta, ou coloração permanente, é um produto que contém amônia e, por isso, é capaz de abrir as escamas capilares, alterando a estrutura do fio, e fazendo com que uma nova cor seja absorvida por ele.

Tonalizante ou tinta
Escolha a colocação de acordo com o efeito que deseja

O que é descoloração?

Diferente da coloração, a descoloração penetra na fibra capilar, removendo o pigmento do cabelo. Para fazer esse processo é necessário dois produtos que têm funções bem específicas: a água oxigenada e o pó descolorante. A água abre a cutícula dos fios para que o descolorante penetre, removendo a cor natural.

Um fator importante na descoloração diz respeito à volumagem da água oxigenada, junto ao tempo de exposição no cabelo. Quanto maior o volume, mais as escamas do cabelo se abrirão, logo, mais o cabelo será descolorido. E o tempo de ação também segue essa regra: quanto maior, mais claro o cabelo vai ficar.

lembre-se: há alguns momentos em que a descoloração será fundamental para alcançar o resultado que você pretende, como em mechas finas (as famosas luzes), para atingir um efeito luminoso aos fios. Agora, se você deseja ficar loiríssima ou ter um vermelho vibrante, saiba que será preciso descolorir todo o cabelo antes de aplicar o tom que deseja, assim como as adeptas de cores fantasias, como azul, rosa e verde, por exemplo.

Cabelo descolorido
A descoloração penetra profundamente no fio

Qual danifica mais o cabelo?

Depois dessa análise sobre os dois procedimentos, você já deve ter notado que um processo que penetra profundamente, modificando a estrutura natural do fio, pode causar mais danos que o outro. 

Por isso, a descoloração agride mais que a coloração, já que nessa transformação mais profunda o cabelo perde massa capilar, podendo ficar mais frágil, ressecado e bem sensível. 

Cabelo colorido
Cabelos descoloridos precisam de cuidado redobrado

Cuidados para cabelos coloridos e descoloridos

Se você vai fazer um desses procedimentos, ou os dois combinados, saiba que a sua rotina de cuidados com o cabelo precisará de maior atenção.

Cabelos coloridos ou descoloridos precisam de um cronograma capilar voltado para tratamentos reconstrutores, que vão devolver à fibra capilar a massa perdida. Veja uma sugestão de rotina focada nessa necessidade:

Cronograma capilar para reconstrução capilar
Faça um cronograma capilar priorizando a reconstrução

Quer sugestões de produtos para cada etapa? Leia também o Cronograma capilar Salon Line: melhores máscaras para cada tipo de fio.

Pronto, agora que você já sabe o que é coloração e descoloração e como elas agem no seu cabelo, faça suas transformações capilares de maneira mais consciente e saudável!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Horas
minutos
segundos