Do loiro para o castanho: como escurecer o cabelo?

Consagrado como um dos tons mais queridinhos, o loiro é elegante e moderno ao mesmo tempo e faz a cabeça de muitas mulheres. Mas tem hora que dá vontade de mudar, certo?

Se você cansou dos fios claríssimos, descubra como escurecer o seu cabelo loiro com castanho claro.

O que fazer antes

Antes de escurecer o cabelo, é preciso preparar os fios. Com certeza eles passaram por várias descolorações e estão mais fracos e até danificados.

Por isso, antes de começar um novo processo químico, é muito importante tratar os fios. Faça uma hidratação profunda e, caso veja que ainda estejam sem vida, aposte em uma nutrição capilar.

Realizar esses passos antes de escurecer o cabelo permite que você tenha uma cor mais bonita e uniforme.

Nesta fase você também deve levar em consideração de que para não errar na transição do loiro para o castanho existe um fator muito importante: a combinação entre seu tom de pele e a cor do cabelo.

Tons de pele quente tendem a ficar melhor com castanhos dourados e acobreados, enquanto tons de pele mais frios ficarão melhor com castanhos de nuances acinzentadas.

Fazer um teste de mecha ao lado do rosto e perto da luz natural – pode ser a da janela, pela manhã – é a dica de ouro para não errar na escolha.

O que fazer durante

Agora que você já preparou os fios, chegou a hora de escolher: tonalizante ou tinta? Para responder essa pergunta, você precisa refletir se quer uma mudança rápida ou duradoura.

Para transformações rápidas, o tonalizante é a escolha perfeita. Já para quem deseja ter a nova cor por mais tempo, vá de coloração permanente. Mas saiba que essa escolha reflete, também, na manutenção e durabilidade da sua nova cor.

Enquanto que os tonalizantes permitem uma rápida correção de tom, a cor tende a sair mais rápido. Já a coloração permanente tem uma fixação maior, porém, precisará de maior atenção na escolha do tom e aplicação, já que o efeito é mais duradouro.

Nos dois casos, é possível o pintar o cabelo em casa sem estresse. Antes de começar, leia as instruções que vem com o produto, siga o passo a passo e, principalmente, respeite o tempo indicado. No entanto, você pode procurar um profissional de sua confiança para realizar a mudança do loiro para o castanho.

O que fazer depois

Manter a cor é sua missão daqui em diante, pois ao escurecer o cabelo loiro o que vem depois é o temido desbotamento.

Com o passar das semanas, é natural que a cor fique mais fraca pela dificuldade de fixação no fio que foi descolorido. Por isso, retoques precisarão ser feitos – em média, a cada 10/20 dias.

E uma dica para retardar o desbotamento e ficar por mais tempo com seu lindo castanho, é fazer banhos de brilho e usar máscaras e finalizadores que protegem a cor.

O que não fazer

Você já deve ter visto casos de pessoas que escureceram os cabelos no intuito de amenizar os efeitos causados pela descoloração.

Fios mais escuros parecem mais brilhosos, pois refletem a luz, e dão a impressão de estarem menos danificados. Porém, isso é apenas uma aparência.

Não escureça seus fios tendo esse pensamento. Para resgatar a saúde capilar, é preciso cuidado, como tratamento de hidratação, nutrição e reconstrução.

Pronto! Agora você já sabe como ir do loiro ao castanho de forma saudável e incrível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Horas
minutos
segundos