Descubra o manual completo para quem tem os cabelos loiros

Cabelos loiros

Certamente alguma vez na vida já passou pela sua cabeça a vontade de clarear os fios. Quem nunca, né?! Os cabelos loiros já foram, são e ainda serão objeto de desejo de muitas pessoas. E para te ajudar a passar por essa transformação bapho de forma saudável, com a escolha do melhor tom e técnica, e com os tratamentos mais adequados, fique de olho nesse manual MARA que preparamos. Pronta para arrasar?

Conheça todos os tons de loiro antes de mudar o visual

Do mais conservador ao mais radical, o que não faltam são opções e tons de loiro para você arriscar e tentar algo novo. Então vamos a eles:

– Loiro platinado

Loiro platinado

O loiro platinado, quase branco, é a escolha perfeita para quem deseja radicalizar o look. Por ser claríssima, a cor é comparada ao gelo e pode surgir completamente uniforme, com reflexos dourados, acinzentados ou até mesmo com a raiz mais escura para que o contraste não fique tão forte assim. Mas atenção: se você quer se jogar no platinado, é importante saber que a manutenção é um pouquinho mais trabalhosa, ok?! Os fios costumam ressecar mais e a cor pode desbotar com mais facilidade.

– Loiro perolado

Loiro perolado

Assim como o platinado, o loiro perolado é indicado para quem gosta das madeixas claríssimas também. A diferença é que, como o próprio nome indica, o tom imita o brilho das pérolas e possui uma combinação de colorações mais pálidas e acinzentadas. Quer mais? Segundo a hairstylist Marcella Dias o tom é o queridinho de 2019. Dica: são necessários alguns cuidados específicos para que a nuance perolada não acabe amarelando ao longo dos dias, certo?!

– Loiro champagne

Loiro champagne

Esse é um dos tons mais pedidos nos salões de beleza e é inspirado na cor do espumante. Ou seja, é ideal para quem quer conquistar um visual glamouroso e sofisticado. Por ter sua base fria, a nuance é muito procurada por mulheres de pele quente e amarelada. As que possuem a pele fria e rosada podem apostar na técnica de raiz esfumada para criar um contraste maior no visual.

– Loiro acinzentado

Loiro acinzentado

Conhecido também como “ice blond”, o loiro acinzentado surgiu depois da tendência do loiro platinado e possui uma tonalidade mais fria, com reflexos puxados para o cinza e violeta. A cor combina com peles claras, principalmente as de fundo rosado, e também fica incrível em pessoas brancas com as sobrancelhas escuras.

– Loiro mel

Loiro mel

Para as discretas de plantão, que querem clarear os fios sem radicalizar demais ou que vão colorir as madeixas pela primeira vez, o loiro mel é a aposta certa. Ele passeia entre as nuances caramelo e dourado, porém ainda é um pouco mais fechado. O tom é ótimo para quem tem a pele clara ou super bronzeada.

– Loiro dourado

Loiro dourado

Nem muito claro, nem muito escuro. O loiro dourado é aquele tom iluminado que faz o maior sucesso entre as mulheres que buscam um toque praiano. Além de destacar o bronzeado da pele, ele também pode ser usado o ano todo por conta de suas variações, já que pode aparecer com mechas douradas claras ou escuras, depende do tom da pele.

– Loiro acobreado

Loiro acobreado

Não tem erro! O loiro acobreado é aposta certeira para todos os tons de pele. A cor une tons de dourado e vermelho, mas os pigmentos claros são maiores do que os avermelhados. A ideia aqui é que o look fique “quente”, porém com um toque mais leve de iluminação nos fios.

– Loiro escuro

Loiro escuro

Se a sua rotina é corrida e você quer algo de fácil manutenção, invista no loiro escuro. A nuance que fica entre o loiro médio e o castanho claro é mais sóbria e fechada. Sua grande vantagem é que ela não precisa de retoques frequentes, pois é uma cor que pode ser combinada com a raiz natural dos cabelos.

Sugestões de técnicas com mechas ou luzes para ficar mais loira ou menos loira

Com o tom escolhido, agora é hora de optar pela técnica de clareamento. Engana-se quem acha que são todas iguais, pelo contrário, cada uma possui um resultado diferente.

– Luzes

Uma das técnicas mais conhecidas de todos os tempos. As luzes são mechas bem fininhas, puxadas da raiz até as pontas do cabelo, espalhadas por toda a cabeça, proporcionando um efeito natural as madeixas. Normalmente são feitas na touca e ideais para quem desejar mudar o visual, mas não quer radicalizar tanto.

– Luzes invertidas

Enquanto as luzes são usadas para clarear as madeixas, as luzes invertidas são realizadas pelo motivo contrário: escurecer gradualmente os fios. Elas são feitas no cabelo já loiro, com a aplicação de mechas mais escuras para tornar o look mais autêntico e natural. A ideia aqui é reverter um pouco o processo de clareamento.

– Californianas

Inspirada nas surfistas das praias da Califórnia, nos Estados Unidos, as mechas californianas estão entre as mais pedidas nos salões de beleza por conta do modelo natural que elas proporcionam aos fios. A ideia é iluminá-los com um efeito mais claro nas pontas, como se tivesse “queimado no sol”.

– Ombré hair

Outra tendência também muito procurada é o famoso ombré hair. Seu procedimento consiste em pegar o fio sete dedos abaixo da raiz, sombreando o comprimento das madeixas com um efeito degradê que pode utilizar até quatro tons diferentes e derivados da sua cor natural. É importante ficar atenta porque a ideia aqui é justamente deixar a coloração leve e natural, de forma a iluminar os fios.

– Sombré hair

É uma variação mais discreta do ombré e faz o mesmo degradê de loiro, porém seu contraste é menor entre a raiz e o comprimento. O resultado é um loiro iluminado de maneira mais leve e natural.

– Babylights

As babylights também são mechas mais finas e mais discretas, que apresentam pelo menos dois tons mais claros em relação a cor natural dos cabelos. Elas vão da raiz até as pontas e deixam o cabelo mais claro o mais natural possível, lembrando de fato as nuances claras nos cabelos dos bebês. Por isso, o nome da técnica que em tradução livre significa “luzes de bebê”.

Dicas e tratamentos para cabelos loiros

O que você precisa saber ANTES de clarear os fios

Além do tom e da técnica escolhida, há muitos outros detalhes que precisam ser levados em consideração para garantir um melhor resultado. Por isso, anota aí!

– Conte com um profissional de sua confiança

Só realize a transformação com um cabeleireiro que você conhece e confia no trabalho. Afinal, a bagagem de estudo e a experiência contam muito na hora do resultado final. Ele vai saber acertar na altura do tom sem danificar ou quebrar a estrutura do fio. Sem contar que vai te orientar também a respeito dos melhores tons e técnicas para o seu hair. IMPORTANTE: Marcella informa que “sempre antes da realização de procedimentos de descoloração é fundamental que seja realizado um teste de mechas. Nele é possível identificar a saúde do seu cabelo e o limite que o profissional poderá chegar para manter o fio sempre saudável”.

– Siga um cronograma capilar

Tabela cronograma capilar

Os cuidados devem começar antes também. Invista em hidratações, nutrições e reconstruções para recuperar e preparar os cabelos para o processo de coloração/descoloração. Isso é fundamental para se alcançar um resultado satisfatório, eficaz, e principalmente, saudável.

– Os cuidados deverão ser redobrados

Pontas duplas, frizz, ressecamento, opacidade e falta de maciez são apenas alguns dos danos que o cabelo loiro poderá sofrer. Portanto, tenha em mente que os tratamentos deverão ser constantes para manter a saúde e o brilho sempre em dia.

– As visitas aos salões de beleza serão mais frequentes

Retocar a raiz

Retocar a raiz ou a cor também é um hábito comum entre as loiras. Geralmente as visitas são feitas a cada 3 meses ou 6 meses, depende da técnica escolhida. Além disso, mesmo usando bons produtos em casa, é essencial ir ao salão para que seja feito um diagnóstico capilar atualizado dos fios, em que o hairstylist vai avaliar as principais necessidades do cabelo e te orientar de acordo com o resultado.

– Sol e piscina desbotam os cabelos

Cabelo desbotado

O sol além de desbotar, pode deixar os fios loiros sem brilho, enquanto o cloro da piscina pode deixá-los com a aparência verde. Isso normalmente acontece em cabelos desidratados. Sendo assim, a dica é fazer um belo cronograma capilar e caprichar no óleo antes de entrar na piscina. Ah, e não esqueça também de usar chapéus e bonés para proteger os cabelos dos raios ultravioletas.

– Tenha uma alimentação saudável

Cabelo bonito também tem relação com a boa saúde do organismo. Comer frutas, verduras, dormir bem, ingerir bastante água e não radicalizar no regime, fazem com que os fios recebam mais nutrientes e fiquem ainda mais lindos.

O que você precisa saber DEPOIS de clarear os fios

Seguir uma rotina de tratamento e manutenção que vai do shampoo ao finalizador ajuda a evitar o ressecamento e garante mais brilho aos cabelos. Veja!
– Evite lavar as madeixas todos os dias
Os cuidados começam com a higienização e o primeiro deles é evitar ao máximo lavar os fios todos os dias para não desgastar os pigmentos. Como a coloração – e principalmente a descoloração – já deixa o cabelo mais seco, não há a necessidade de remover a oleosidade natural da fibra com tanta frequência. Isso pode, inclusive, deixar o cabelo cada vez mais seco.

– Use os produtos certos

Acredite, escolher os produtos corretos faz toda a diferença. Dê preferência aqueles desenvolvidos para tratar e proteger os cabelos com coloração ou mechas, e também aos indicados para matização dos fios. Estes ajudam a neutralizar, matizar e desamarelar os cabelos loiros. Uma linha excelente, por exemplo, é Meu Liso Matizador da Salon Line que conta com shampoo, condicionador e máscara. De acordo com Marcella o ideal é usar esses produtinhos semanalmente.

– Opte por água morna ou fria

Tanto para lavar, quanto para enxaguar os cabelos loiros, o mais indicado é usar água morna ou fria. Isso porque a água quente dilata as cutículas do fio e pode deixá-lo ressecado com o tempo. Já a água morna ou fria ajuda a selar a fibra, realçando o brilho e preservando os nutrientes e pigmentos.

– Continue no cronograma capilar

Já deu para perceber que ele é aquele companheiro de todas as horas, né?! Por isso, intercale os tratamentos de hidratação, nutrição e reconstrução. A hidratação repõe a água perdida dos fios, a nutrição devolve os nutrientes e lipídeos também perdidos, e a reconstrução reforça a fibra e repara os danos para preservar a saúde das madeixas.

– Faça cauterização capilar

Procure ir ao salão a cada 15 dias para fazer uma bela cauterização capilar. Segundo Marcella, “a cauterização trata os cabelos de dentro para fora. O procedimento é a base de queratina e é capaz de promover a proteção da cutícula e preencher as falhas provocadas por fatores externos”.

– Evite o uso frequente de ferramentas de calor

Marcella alerta que é bom não abusar do secador, chapinha e modelador. “Esses aparelhos tendem a ressecar o cabelo e deixá-lo mais frágil ainda, por isso, sempre que possível deixe os fios secarem naturalmente”. Mas, se resolver usar essas ferramentas, não deixe de aplicar um protetor térmico antes, ok?!. “Ele ajuda a proteger os fios dos danos que os aparelhos elétricos causam”.

– Utilize produtos com proteção UV

O sol é um dos maiores causadores de danos aos fios, sendo assim, use sempre leave-ins com proteção solar para proteger as madeixas dos raios ultravioletas e chapéus/bonés como citado acima.

Transformação ANTES e DEPOIS

Depois de todas essas dicas incríveis, com certeza você quer ver uma transformação MARA, não é mesmo?! Então se liga nesse “antes” e “depois” realizado pela Marcella Dias na Digital Influencer Jana Taffarel. Quem aí gostou?

Dica extra

Receita caseira de reconstrução com vinagre de maçã

Receita caseira

Anota essa receitinha sensacional dada pela expert Marcella. O sucesso é garantido!
Você vai precisar de:
½ xícara de vinagre de maçã;
3 xícaras de água filtrada;
Máscara reconstrutora de sua preferência;
Condicionador de sua preferência.

Modo de fazer:

– Lave os fios e certifique-se de que estão bem limpos;
– Passe a máscara reconstrutora como de costume e deixe agir por 15 minutos;
– Condicione então os fios e enxágue novamente;
– Retire o excesso de água com a toalha, e em seguida, aplique no cabelo a mistura do vinagre de maçã com água;
– Massageie bastante e deixe agir de 5 a 10 minutos;
– Depois, enxágue com água corrente.
A mistura de vinagre e água deve ser utilizada após o uso do condicionador, pois é o vinagre que vai agir no cabelo acidificando-o, selando as camadas dos fios e protegendo-os contra ações externas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe essa Notícia