Saiba quais características buscar nos shampoos para bebês

Assim como muitas partes do corpo, os cabelinhos das crianças são finos e sensíveis e, consequentemente, exigem mais cuidado na hora da higienização. Justamente por isso, todo cuidado é pouco na hora de escolher o melhor shampoo para bebê. Com fios que apresentam um crescimento esparso nos primeiros meses de vida, o folículo piloso terminal totalmente desenvolvido só é detectável entre 12 e 16 meses de idade.

É somente durante a infância, quase na puberdade, que a maior parte dos pêlos finos do couro cabeludo será substituída pelos mais longos, grossos e pigmentados. Até lá, os pelinhos são bem fininhos, o que não significa que não precisam ser higienizados. De acordo com dermatologista Dra. Joana Barbosa, lavar o cabelo dos recém-nascidos e das crianças é permitido, dependendo apenas da vontade dos pais ou do clima.

“Em dias mais frios, o ideal é não lavar. Já quando está mais quente ou em dias que a criança realiza atividades que a fazem transpirar bastante, é indicado lavá-lo”, esclarece a dermatologista. A médica também alerta para as principais características que um bom shampoo para bebê apresenta. Confira abaixo quais são elas e garanta que seu pequeno tenha fios sempre saudáveis!

Indicação etária

Diferentes produtos podem ser mais indicados para determinadas fases da vida da criança. Os shampoos para recém-nascidos, porém exemplo, contam com fórmulas mais suaves que minimizam os riscos de alergias e irritações, mas que podem não ser tão eficientes na higienização de crianças maiores.

As versões para recém-nascidos devem ser usadas até os seis meses, pelo menos. Depois do primeiro ano, é possível apostar em linhas “baby”. Para Dra. Joana, a partir dos 4 anos de idade, os pais também podem começar a pensar em direcionar os cuidados usando linhas de produtos de acordo com o tipo de fio (se é liso, ondulado, cacheado ou crespo).

pH lacrimal

Outro fator para ficar atento na hora de adquirir produtos para bebês é o pH, índice que indica a acidez de uma substância ou ambiente. A pele humana também apresenta pH, sendo que, no caso dos bebês, ele fica em torno de 5,5. Por isso, o ideal é optar por shampoos e cremes que apresentam esse mesmo índice.

Caso não encontre um shampoo que tenha exatamente essa indicação (5,5), opte por um com pH neutro, mas nunca superior a 7. “Até os três primeiros anos de idade, é indicado usar shampoo e condicionador com pH lacrimal, pois não ardem os olhos e são neutros, evitando assim reações alérgicas” explica a Dra.

Testado dermatologicamente

Para garantir segurança ao seu pequeno(a), sempre fique atento(a) à embalagem do produto: se ele não for testado dermatologicamente, passe longe! Isso porque esse “aval” acontece após uma série de testes realizados em humanos com a supervisão de um profissional dermatologista, que é capaz de avaliar potenciais reações na pele.

Além disso, geralmente os produtos de bebê com este selo também sejam hipoalergênicos, o que quer dizer que eles contam com fórmulas mais seguras e saudáveis e que não carregam ativos que costumam causar alergias (como o sulfato, por exemplo, que é mega agressivo para os fios dos pequenos).

Embalagem lúdica

Além de tomar todos os cuidados para escolher a opção mais saudável, também é importante estimular os sentidos e a autoestima da criança. O banho é muito mais do que um ato de higienização, é também um momento de relaxar, de estreitar os laços de afeto entre pais e filhos e, claro, de aprender.

Optar por embalagens lúdicas e representativas é fundamental para ensinar os bebês a se amarem e a desenvolverem o gosto pelos cuidados com o cabelo e a pele. As linhas Salon Line Kids e Baby contam com shampoos para bebês que, além de serem formulados com todas as precauções necessárias, também contam com embalagens representativas, como no Shampoo #todecachinho com uma menininha e um meninho cacheados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Horas
minutos
segundos