Por que o teste da mecha é tão importante e como fazê-lo

Fundamental tanto para profissionais de beleza, quanto para quem vai se aventurar e mudar o visual em casa, o teste mecha está longe de ser uma preocupação excessiva. Apesar disso, ainda é muito comum ver mulheres ignorando completamente a medida antes de investir em alguma mudança.

Geralmente, a medida é adotada antes dos procedimentos de coloração ou descoloração, mas o teste de mecha para progressiva também é bastante comum, já que o alisamento capilar é um processo agressivo para os fios. Mas, afinal, para que serve o teste de mecha? Como ele é feito? E se o seu cabelo não “passar” no teste? Confira abaixo!

Para que serve o teste de mecha

Ao investir em uma mudança no visual, tudo o que uma mulher quer é ficar ainda mais bonita, mas, em alguns casos, essa mudança pode causar o efeito contrário, deixando os fios pobres em nutrientes. Isso porque fatores como colorações anteriores, alisamentos e até mesmo a exposição aos raios UV podem interferir no resultado final do cabelo.

O teste de mecha, então, serve justamente para avaliar se o cabelo está saudável o suficiente para enfrentar procedimentos químicos e também se o fundo de cor está adequado para ser tingido. Isso significa que ele é essencial para garantir que o resultado da mudança saia conforme o desejado e que ela seja realizada em total segurança.

Ao realizar o teste de mecha com todo cuidado necessário, além de um resultado indesejado, você também previne os danos ao cabelo, a quebra e até mesmo o corte químico. Ele também pode ser um ótimo guia para saber como seus fios ficarão, especialmente quando se trata de coloração.

Como fazer o teste de mecha

O teste de mecha costuma ser realizado um pouco antes da aplicação da tintura nos fios, mas, de acordo com especialistas, o ideal mesmo é realizar o procedimento com cerca de 5 dias de antecedência, pois, dessa forma, é possível analisar a reação do cabelo mesmo após algumas lavagens.

Além disso, a medida deve ser feita após a prova de toque, um outro procedimento, mas que, nesse caso, serve para verificar se a coloração vai provocar algum tipo de irritação, coceira, ardência ou até mesmo alergia. Para isso, é preciso aplicar a coloração em uma pequena área do antebraço – ou atrás da orelha – e observar durante 45 minutos.

Já o teste de mecha consiste em realizar o procedimento de mudança de cor em apenas uma pequena mecha do cabelo. Confira abaixo o passo a passo do teste de mecha:

1º passo: separe uma mecha da parte de trás dos cabelos, preferencialmente da região da nuca, pois, dessa forma, ficará menos visível caso o cabelo apresente alguma reação;

2º passo: aplique o produto a ser utilizado (a coloração ou o alisante) na extensão da mecha que você escolheu, mantendo 1cm de distância da raiz;

3º passo: espere o tempo de pausa indicado para a sua aplicação, mas não se esqueça de verificar a cada 5 minutos se o seu cabelo está sofrendo alguma alteração ou reação indesejada. Se sim, suspenda o teste e limpe a região imediatamente;

4º passo: após o tempo de pausa, lave a mecha e, em seguida, avalie o resultado e a condição dos fios. Se a mecha quebrar ou ficar muito danificada, não siga com a mudança no restante dos fios.

O que fazer se o cabelo for “reprovado” no teste de mecha

Seu cabelo quebrou e você não “passou” no teste de mecha? Não precisa ficar triste! Aliás, fique feliz: se você tivesse feito uma mudança global logo de cara, os danos poderiam ser irreversíveis. Por isso, nesse momento, é importante respeitar o resultado e também a recomendação do profissional.

Reprovar no teste de mecha não quer dizer que você não poderá mais mudar o visual. Na verdade, tudo o que você precisa fazer é esperar um pouco e, durante essa espera, investir em tratamentos para fortalecer a fibra capilar. Seguindo um cronograma capilar focado em reconstrução durante um mês, você garante um cabelo mais saudável e fica livre para mudar o visual sem precisar se preocupar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Horas
minutos
segundos