Trança nagô: tipos, como fazer, penteados e cuidados

Quer mudar o visual, mas não sabe por onde começar? Ou está passando pela transição capilar e não sabe como lidar com as duas texturas no cabelo? Fique tranquila porque a dica de hoje é sobre um penteado tradicional da cultura afro, a famosa trança nagô. Ela é linda e tem conquistado cada vez mais adeptas ao visual. Confira as dicas que separamos para você e inspire-se.

Trança nagô: características

As tranças têm início na raiz e podem ser levadas por todo o comprimento, sendo feitas apenas com os cabelos naturais ou adicionando fios sintéticos para ampliar a extensão das madeixas. Uma de suas principais características é que embora esteja relacionada aos cabelos afros, ela pode ser feita em todos os tipos de curvaturas e por quem desejar mudar o visual. Quem está passando pela transição capilar também pode aderir ao visual uma vez que ela é uma grande aliada para quem deseja “disfarçar” as duas texturas presentes nos fios. Agora se você optou pelo big chop e está com o cabelo bem curtinho, pode apostar nas tranças sintéticas para exibir um outro visual.

Mulher com trança nago

Mulher com trança nago

Trança nagô: tipos de fibra sintética

Se você optou pelas tranças sintéticas, pode apostar em dois tipos principais de fibras: Jumbo e Kanekalon. Todas são muito semelhantes ao cabelo natural, contudo, a Jumbo é a opção mais buscada pelas brasileiras já que pode ser encontrada mais facilmente, além de apresentar os melhores preços, cores e ser mais leve. Outra opção também são as tranças com fios de tricô ou lã. Elas reduzem ainda mais o custo do material utilizado e apresentam uma variedade maior de cores, além de ser mais leve que as demais fibras sintéticas.

Homem com trança nago

Trança nagô: manutenção

Para higienizar os cabelos enquanto estiver com a trança, utilize apenas shampoo no couro cabeludo e esfregue a raiz delicadamente com a ponta dos dedos, no sentido trançado. O condicionador não é indicado porque pode deixar o couro cabeludo oleoso e ensebado, além de facilitar com que as tranças se desfaçam. Procure lavar apenas uma vez por semana. Certifique-se que na hora de dormir os fios estejam bem secos. Dica: lave as madeixas na parte da manhã para ter tempo suficiente para secar ou agilize a secagem com um secador no modo morno/médio, a uma distância de 20 centímetros da cabeça. Além disso, a manutenção das tranças deve ser feita a cada dois meses, junto a seu profissional de confiança que irá basicamente arrumar as partes soltas. Alguns profissionais indicam que as tranças sejam desfeitas durante esse período para que os cabelos sejam submetidos a hidratação e reposição de vitaminas.

Mulher com trança nago azul

Agora que você já sabe tudinho sobre a trança nagô, que tal apostar no visual?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Horas
minutos
segundos