Tudo o que você precisa saber antes de escolher sua tintura para cabelo

Existem basicamente duas opções para quem quer mudar o visual: a primeira é apostar em um corte diferente e a segunda é mudar a coloração. Apesar disso, muitas mulheres ficam receosas na hora de usar tintura para cabelo, já que esse é um produto que requer muitos cuidados antes, durante e após a aplicação.

Por isso, se você está pensando em tingir os cabelos, mas não sabe exatamente como funcionam as tintas de cabelo, a gente te explica! Confira abaixo tudo o que você precisa saber para garantir uma cor nova incrível para os seus fios.

Como entender as numerações

Quem é leigo no assunto e nunca tingiu o cabelo costuma se orientar pela imagem que aparece na embalagem, mas essa não é uma boa opção. Isso porque o resultado varia de acordo com cada cabelo e não necessariamente a coloração vai ficar igual a da embalagem.

Antes de mais nada, é importante entender como as cores são organizadas. Para isso, é preciso levar em consideração a numeração da caixa.

O número que aparece antes do ponto é a cor base da tintura. Eles são organizados em ordem crescente, sendo que quanto menor o número, mais escuro e o maior o mais claro. Ou seja, o número 1 corresponde a um preto profundo e o 10 a um loiro claríssimo.

Já a numeração depois do ponto representa as nuances, que são os reflexos que ficam nos fios. Elas são organizadas da seguinte forma: 0 – Natural, 1 – Acinzentado, 2 – Violeta/azulado/irisado, 3 – Dourado, 4 – Acobreado, 5 – Acaju, 6 – Vermelho e 7 – Marrom.

Nos casos em que aparece mais de um número, aquele que está mais próximo ao ponto tem maior prevalência de cor, e quando aparecem dois números iguais, a coloração concede um resultado de cor mais intenso.

Por isso, quando for escolher uma coloração, leve em consideração o número que contém na embalagem e não apenas a imagem de “antes e depois” das embalagens.

Como a tintura age nos fios

As tinturas de cabelo possuem substâncias específicas (como a amônia, por exemplo) que agem diretamente na parte interna da fibra capilar, substituindo a cor do cabelo por uma nova pigmentação.

É por este motivo que a coloração modifica toda a estrutura capilar e pode acabar, consequentemente, danificando os fios. Para evitar que isso aconteça, a melhor opção é iniciar um tratamento antes de colorir os cabelos para que os fios fiquem fortes o suficiente para passar pelos processos de descoloração e coloração.

Teste de mecha é fundamental

Outra dica para evitar que sua experiência com a tintura de cabelo seja frustrada é sempre fazer um teste de mecha antes de colorir os fios.

Esse teste deve ser realizado em apenas uma mecha do cabelo e por um profissional de confiança, pois somente ele poderá dizer se seus fios estão fortes o suficiente para receberem a tinta.

Com esse teste de mecha você também conseguirá visualizar como a cor vai ficar no seu cabelo sem precisar colorir todos os fios.

Fazer manutenção da cor de tempos em tempos

Quem tem os cabelos coloridos e quer manter a cor sempre viva também precisa retocar os fios periodicamente, seja em casa ou em um salão de beleza. A frequência do retoque vai depender muito do seu crescimento capilar e também da diferença de cor entre os seus cabelos naturais e os tingidos.

Uma opção prática para não precisar tingir os fios com tintura novamente é apostar em banhos de brilho (tratamento que consiste em misturar uma porção da sua máscara de hidratação preferida com um tonalizante da cor dos cabelos) sempre que a cor estiver desbotada.

Agora que você já entende como funciona a tintura para cabelo, não precisa mais ter medo de apostar em uma coloração nova, que tal conferir as melhores opções de cores disponíveis no mercado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Horas
minutos
segundos