O que é reconstrução capilar e qual é a sua ação nos fios

Fios quebradiços, elásticos, porosos e sem vida. Se identifica com essa descrição? Seus cabelos estão apresentando essas características? Então a reconstrução capilar pode ser a solução. A reconstrução é um tratamento incrível que é capaz de recuperar cabelos extremamente danificados. Ficou interessada? Então vamos conhecer um pouco mais sobre ela a seguir. O que é […]

Mulher com cabelo liso, partido ao meio. Antes e depois da reconstrução capilar

Fios quebradiços, elásticos, porosos e sem vida. Se identifica com essa descrição? Seus cabelos estão apresentando essas características? Então a reconstrução capilar pode ser a solução.
A reconstrução é um tratamento incrível que é capaz de recuperar cabelos extremamente danificados. Ficou interessada? Então vamos conhecer um pouco mais sobre ela a seguir.

O que é reconstrução capilar

A reconstrução capilar é um procedimento baseado em devolver um dos elementos principais para a estrutura dos fios: a queratina. Para se ter uma ideia, a queratina representa 90% da constituição da fibra capilar e é responsável pela sua força, elasticidade e resistência.
É por isso que cabelos com carência de queratina apresentam justamente a falta dessas características, e se tornam extremamente frágeis.
Mas, afinal, se a queratina é um elemento produzido no corpo humano e tão importante para a saúde capilar, como ela se perde? Normalmente, através das químicas.

Quem deve fazer a reconstrução capilar

Boa parte das pessoas que precisa de uma reconstrução capilar teve os fios danificados depois de passar por processos químicos muito agressivos, como a descoloração (amplamente usada por quem quer aderir a tendências como o cabelo platinado e as luzes) e os alisamentos.
Os diversos elementos presentes nos produtos químicos que utilizamos nos cabelos podem remover parte da queratina. Mas alguns hábitos como o tabagismo e algumas doenças também podem colaborar para a perda progressiva da queratina.
Em ambos os casos, e em vários outros, pode se fazer necessário repor a queratina através da reconstrução capilar.
Uma forma simples de avaliar se o seu cabelo precisa de uma reconstrução capilar é fazer o teste de porosidade. Basta encher um copo com água e colocar um fio de cabelo dentro. Se ele afundar provavelmente a reconstrução é o ideal. Se boiar ou ficar no meio do copo a hidratação ou nutrição podem ser ideais.

Qual o papel da reconstrução capilar em um cronograma?

A reconstrução costuma aparecer nos cronogramas capilares junto com seções de hidratação, que repõe água e a nutrição, que devolve lipídios. Mas a frequência das reconstruções vai depender se os seus cabelos estão realmente danificados.
O ideal é conversar com um cabeleireiro e deixar que ele avalie a condição do seu cabelo e proponha a frequência ideal de reconstruções. Mas, de forma geral, podemos dizer que um cabelo bastante danificado pode precisar de reconstrução capilar de 3 a 4 vezes por mês, enquanto madeixas que têm maior carência de hidratação ou nutrição podem fazer a reconstrução no máximo 2 vezes por mês.

Reconstrução capilar passo a passo

Mulher no salão de beleza, fazendo reconstrução capilar

A reconstrução capilar é um processo relativamente simples. Mas como é necessário saber a dose ideal de queratina para aplicar nos fios, a melhor opção é fazê-la em um salão de beleza, junto a um cabeleireiro de confiança.
Ela se baseia em:

  1. Passo: lavar os fios com um shampoo anti-resíduos, ou aplicar um pré-shampoo seguido pelo shampoo de limpeza profunda.
  2. Passo: retirar o excesso de água com uma toalha ou camiseta de algodão.
  3. Passo: aplicar a queratina líquida no comprimento e nas pontas.
  4. Passo: por cima da queratina, aplicar sua máscara de hidratação preferida. Coloque uma touca e deixe agir de 10 a 20 minutos.
  5. Passo: lavar os cabelos com o cuidado de não deixar nenhum resíduo de produto e finalize como desejar.

Pronto sua reconstrução capilar está finalizada! Lembre-se que o ideal é fazer o processo em um cabeleireiro e definir a frequência das aplicações com base no nível de dano capilar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe essa Notícia