“Tem jeito certo de aplicar argila no cabelo?” Tem sim e vamos explicar como!

Argila no cabelo

Tem se tornado super popular a aplicação de argila no cabelo para o tratamento dos fios. Mas a questão é que esse procedimento não funciona como qualquer outro tipo de tratamento ou hidratação em que você aplica nos fios e aguarda o tempo de pausa. Há um procedimento específico que precisa ser seguido para que os resultados sejam positivos. Além disso, existem diversos tipos de argila, você sabia? E cada um desses tipos age de um jeito diferente nos fios. Quer saber tudo sobre o assunto? Fique por aqui!

Para que serve a argila no cabelo?

Antes de tudo, que tal entender quais as principais funções da argila no cabelo?
A argila vem diretamente do solo, por este motivo é rica em elementos derivados do alumínio, silicatos, hidróxidos coloidais, ferro, cálcio, potássio, enxofre, magnésio, zinco, cobre, cobalto, entre outros minerais e elementos.
O que resulta dessa composição tão rica da argila é um elemento extremamente desintoxicante, cicatrizante e anti-inflamatório. Além disso, a argila ainda é capaz de equilibrar o ph do couro cabeludo, hidratar, relaxar e rejuvenescer a pele desta região. Contudo, uma das principais funções deste componente para as madeixas é repor os minerais perdidos, estimulando a circulação sanguínea e, consequentemente, o crescimento de novos fios mais fortes e saudáveis.

Benefícios da argiloterapia capilar

Se você abusou na quantidade de produtos químicos ou cosméticos e está sentindo o seu couro cabeludo carregado ou intoxicado, nada melhor do que apostar na argiloterapia para beneficiar a saúde da raiz capilar. Como ficou claro, uma das principais vantagens do tratamento com a argila é, de fato, a desintoxicação da pele.
Caso você tenha um couro cabeludo muito oleoso, também pode apostar na argila para fazer um detox e purificar a região de maneira que os níveis de óleo natural fiquem equilibrados.

Tipos de argila para o cabelo

Agora que você já sabe como a argila funciona na cabeleira, descubra um pouco mais sobre os diferentes tipos de argila.

Argila branca

A argila branca é a mais indicada para tratar os fios danificados e porosos. Ou seja, aqueles que sofreram com procedimentos químicos ou outros tipos de fatores externos. É um dos tipos mais suaves de argila, portanto, pode ser usado por todos os tipos de cabelo também. Ela promove o crescimento saudável dos fios, regulariza a oleosidade e hidrata naturalmente.

Argila verde

Essa argila é conhecida por ser aquela mais rica em minerais e outros componentes positivos para a saúde da pele e do couro cabeludo. Falando nele, é a mais indicada em casos de fios oleosos a normais. Isso porque possui poderosa ação adstringente, além de desintoxicar a pele da região, tratando casos de seborreia e caspa.

Argila cinza

É a melhor indicação para as pessoas que estão com problemas de queda de cabelo. Isso porque trata o couro cabeludo com ação anti-inflamatória e ainda estimula a circulação sanguínea, promovendo o crescimento capilar saudável de novos fios.

Argila amarela

Essa argila rica em silício é muito poderosa para limpar profundamente o couro cabeludo, absorver as toxinas ali encontradas e ainda remover as células mortas. É perfeita para a realização de um detox capilar.

Argila vermelha

Também é um ótimo tipo de argila para investir nos casos de queda de cabelo, pois limpa e desintoxica a pele profundamente. Essa argila é extremamente rica em ferro e cobre e também é conhecida por ser super suave, mas não se engane, ela deve ser aplicada apenas no couro cabeludo e não nos fios, como todos os tipos de argila… mas falaremos mais sobre isso em breve.

Argila preta

A queda de cabelo causada por fatores de idade é completamente diferente da queda em decorrência de enfermidades no couro cabeludo, por exemplo. Por isso, devem ser tratadas de forma diferente. A argila preta, portanto, é a melhor argila para ser usada nos casos de queda em função de idade. Isso porque a sua alta concentração de titânio, alumínio e silício beneficiam a renovação celular, entre outros benefícios.

Argila roxa

A argila roxa é um tipo extremamente raro de argila, entretanto, é vista como uma argila mais indicada para a pele do que para o cabelo. Isso porque, embora possua função de limpeza e desintoxicação do couro cabeludo, é possível alcançar resultados mais significativos para o cabelo usando outros tipos de argila. Ela também é usada por algumas pessoas para corrigir as manchas amareladas no cabelo loiro, entretanto, não indicamos esse uso porque não é ideal que a argila seja aplicada nos fios, como já falamos, apenas no couro cabeludo. Para neutralizar mechas de oxidação no cabelo loiro prefira optar por produtos matizadores.

Como aplicar corretamente a argila no cabelo

Passo 1: prepare a mistura colocando 4 colheres de argila seca em um recipiente e adicionando água filtrada. Depois é só mexer bem e observar o ponto, ela não deve ficar nem muito firme nem muito mole. Adicione mais água se preciso.
Passo 2: lave os fios com um shampoo neutro.
Passo 3: na hora da aplicação, passe a argila misturada com um pouco de sabonete neutro no couro cabeludo, caso o seu cabelo seja oleoso. No caso de fios normais a secos, você pode misturar a argila com um pouco de creme neutro e depositar cuidadosamente diretamente no couro cabeludo com um pincel, sem tocar nos fios.
Passo 4: aguarde para que a argila faça efeito, tome o tempo que achar melhor, porém, não ultrapasse uma hora de espera.
Passo 5: na hora de retirar, coloque a cabeça embaixo do chuveiro com água morna e espere que a argila amoleça e vá saindo. Tenha paciência e não esfregue.
Passo 6: não é preciso finalizar com condicionador, mas você pode fazer se quiser.

Cuidados pós-procedimento

Não há muitas observações para depois do uso da argila, apenas fique de olho nas recomendações de aplicação, que são a parte mais importante. Apenas lembre-se de que você não deve fazer outras aplicações de argila no mesmo dia ou dias seguintes após já ter realizado o procedimento. Repita o tratamento somente a cada duas semanas e isso será o suficiente para deixar o seu couro cabeludo saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe essa Notícia