Descubra todos os benefícios que a umectação capilar pode fazer pelo seu cabelo

Cabelo umectado

Fios danificados e ressecados têm um significado: falta de hidratação. Muitas vezes, ela precisa ser feita com mais frequência do que imaginamos. Mas, tudo bem porque não é nada difícil incluí-la na sua rotina de cuidados capilares.

E sabe a boa notícia? Existem diversas formas de recuperar o brilho dos fios. Uma delas, ideal todos os tipos de cabelos, é a umectação capilar – um tratamento prático e fácil feito com óleos e produtos especiais que combatem a opacidade e o ressecamento.

O que é umectação capilar?

Umectação capilar é um método feito especialmente para aquelas que procuram uma forma eficaz de hidratar e fortalecer os fios. Pois todos os passos dessa técnica incluem óleos vegetais puros, ótimos para garantir a nutrição dos fios.

A técnica pode ainda entrar no seu cronograma capilar, garantindo assim todos os nutrientes que a fibra precisa para se recuperar e se manter sempre saudável. Portanto, não importa se você é lisa, ondulada, cacheada, crespa ou está em transição capilar, a umectação é indicada para fios ressecados, opacos, com pontas duplas e frizz descontrolado. Ou seja, sempre muito bem-vinda!

Para que serve a umectação capilar?

A umectação capilar, por ser a base de óleos vegetais, repõe a oleosidade natural dos fios, mantendo-os hidratados e cheios de vida – não à toa, o nome do processo vem justamente da ideia de umedecer os fios.

E não é só: uma vez saudáveis, brilhantes e livres do frizz, o cabelo cresce de forma mais rápida. Sem contar a massagem feita durante o processo: além de fazer com que os ativos penetrem no couro cabeludo, ela estimula a circulação sanguínea, favorecendo a oxigenação da região. Ponto extra quando o assunto é crescimento!

Benefícios de umectar os cabelos

O tratamento traz diversas vantagens para as madeixas, muitas delas essenciais para a saúde do dos fios. A mais importante é, com certeza, o combate ao ressecamento e a porosidade e o fortalecimento do fio.

Outras delas são:

  • Brilho.
  • Diminuição do frizz.
  • Controle e diminuição do atrito entre os fios.
  • Redução de quebra.
  • Reposição de nutrientes.
  • Aumento da maciez das mechas.

Tipos de cabelo que podem aderir a umectação

Tem quem diga que a técnica é ótima para cacheadas e crespas. É verdade, já que a curvatura acentuada desse tipo de fio dificulta a chegada da oleosidade natural até as pontas. Mas, não é só: as lisas, alisadas ou as que passaram por qualquer tipo de química e sofrem com o ressecamento excessivo podem, sim, se beneficiar da umectação.

Como fazer a umectação capilar (passo a passo)

É muito fácil! Você pode realizar a aplicação dos óleos vegetais antes do banho ou à noite. Então, dá uma olhada no passo a passo que preparamos para você:

Umectação diurna (normal)

Primeiro, escolha o óleo vegetal que mais combina com o tipo de problema que você quer combater – falta de brilho, ressecamento, pontas duplas, etc. A quantidade de produto varia muito com o comprimento das madeixas, por isso, saiba dosar. O segredo é ir aplicando aos poucos para não pesar a mão.

1) Separe o cabelo em mechas médias e enluve cada uma delas com o óleo vegetal. Depois, massageie bem o couro cabeludo para ativar a circulação e, de quebra, dar uma relaxada.
2) Cubra os fios com um lenço ou touca e deixe agir por aproximadamente 30 minutos.
3) Após o tempo de ação, escolha o shampoo que você mais gosta e use-o para tirar o óleo dos fios.

Umectação noturna

Agora, se você pertence ao grupo do corre-corre sem fim, a umectação noturna é melhor para você. Isso porque, dessa forma, o produto age enquanto você dorme. Logo, só é necessário realizar a aplicação antes de deitar.

1) Separe o cabelo em mechas médias e inicie o enluvamento de cada uma delas com o óleo vegetal. Lembre-se de realizar a massagem, tanto dos fios quanto do couro cabeludo.
2) Agora, com uma toalha, tire o excesso do óleo – basta pressioná-la bem de leve. Nada de fazer movimentos de vaivém, ok?
3) Em seguida, coloque uma touca de banho ou de cetim para que que o produto possa agir durante a noite sem manchar a fronha.
4) Ao acordar, faça a lavagem normal – e procure lavar o cabelo com água morna ou fria.

A Ana Lídia Lopes é uma grande adepta. Dá o play e confira!

Saiba como lavar o cabelo após umectação capilar

Após o tempo de ação da umectação, seja ela noturna ou diurna, o óleo vegetal precisa ser retirado – não, deixá-lo no cabelo não vai fazer com que ele fique mais hidratado, pelo contrário, irá deixá-lo com aspecto pesado e oleoso.

Para começar, é preciso higienizar os fios com um shampoo. Use aquele que você está acostumada, ou seja, o específico para o seu tipo de cabelo. Se quiser, dilua um pouco do produto em um pote com água e, em seguida, aplique massageando bem todo o couro cabeludo. Nada de usar as unhas, ok? Elas podem machucar a pele e até ativar as glândulas sebáceas, aumentando a produção de óleo.

Depois disso, vem a grande questão: condicionador ou máscara de hidratação? Nossa dica é que você use apenas um pouco de condicionador, para não deixar os fios secos após limpeza. Além disso, o produto ajuda a selar as cutículas da fibra capilar, mantendo todos os nutrientes do óleo lá dentro.

Método U.C.P.E

Você sabia que dá para tirar o óleo sem fazer o uso do shampoo? É que, se usado em excesso, ele pode retirar todos os nutrientes do óleo vegetal. Além disso, trocá-lo pelo condicionador é uma boa forma de garantir limpeza suave e muita maciez. A troca aliás, pode ser incluída na técnica U.C.P.E. Mas, o que é isso? É a sigla que corresponde aos processos de umectação, condicionamento, pausa e enxague. Olha como funciona cada uma:

U – Umectar

Aplique o óleo nos fios e deixe agir por 30 minutos à duas horas, dependendo do grau de ressecamento dos fios.

C – Condicionar

Esse passo é o grande segredo desse método. Antes de lavar, aplique condicionador nos fios, enluvando-os bem.

P – Pausar

Aqui, você precisa deixar o condicionador agir, por isso, a pausa. O tempo de ação é de 20 a 30 minutos.

E – Enxaguar

Por fim, enxágue bem os fios, mecha a mecha. Lembre-se que você usou o condicionador para retirar o óleo, por isso, certifique-se de que todo o produto saiu, ok?

A Carol Soares é bem fã da técnica. Olha só!

De quanto em quanto tempo umectar?

É importante ressaltar que, a umectação é uma técnica que deve ser colocada na sua rotina de cuidados. Se fizer apenas uma vez, é provável que você não sinta a diferença em longo prazo. Logo, o indicado é que você a realize num período de 10 em 10 dias.

Agora, se você for cacheada ou crespa, a recomendação é que faça uma vez na semana. Isso porque esses tipo de cabelo tende a ressecar mais rápido, ou seja, precisa de uma dose extra de nutrição.

Como incluir a umectação no seu cronograma capilar?

O cronograma capilar é um dos tratamentos mais buscados quando o assunto é saúde capilar. Afinal, trata-se de um conjunto de etapas que busca nutrir e cuidar dos cabelos ressecados e danificados. Essas fases são: hidratação, nutrição e reconstrução.

Mas, onde a umectação entra? Na parte da nutrição, já que a técnica usa óleos vegetais capazes de devolver os nutrientes perdidos. Ou seja, pode incluí-la sem medo!

Quais são os melhores óleos para fazer a umectação capilar?

As opção são as mais variadas, mas cada uma tem uma função diferente. Por isso, escolha aquela que melhor se adequa às necessidades do seu cabelo.

Umectação com óleo de rícino

O óleo de rícino vem da extração da mamona e é rico em vitamina E, sais minerais e ácidos graxos, além de possuir propriedades que hidratam e restauram os fios. O ingrediente é também um ótimo auxiliar no combate a caspa e a oleosidade dos fios. Você pode encontrá-lo em diversos produtos, tanto em shampoos e condicionadores, quanto em óleos próprios para o tratamento.

Óleo de rícino

Umectação com óleo de coco

Indicado para quem quer recuperar fios ressecados e danificados, o óleo de coco é um dos ingredientes queridinhos no nécessaire de cuidados capilares. Sua principal finalidade é reter a umidade natural dos fios, trazendo mais brilho e maciez, podendo ser usado por todos os tipos de cabelo.

Óleo de coco

Umectação capilar com óleo de argan

O óleo de argan, o famoso ouro do Marrocos, é um dos grandes aliados da umectação. Ele traz em sua composição vitaminas A e D, que fortalecem os fios e combatem a queda. Além disso, o óleo possui ação antioxidante, ou seja, reduz os danos causados pela poluição, vento, mudança de temperatura e uso de aparelhos quentes.

Óleo de argan

Óleo de manga

Muito usado pelas cacheadas e crespas, o ingrediente é ótimo para repor a hidratação dos fios com curvatura acentuada. O óleo de manga possui vitaminas e sais minerais que hidratam e nutrem os fios, mantendo-os fortes, macios e com brilho.

Óleo de manga

Óleo de abacate

A fruta já virou um dos principais ingredientes das hidratações caseiras. E não é para menos. Ela é rica em vitaminas A, B, D e E, proteínas, aminoácidos e ácido fólico que, juntos, reparam os danos da fibra capilar, combatem o ressecamento e os fios quebradiços, nutrem e hidratam, ajudando no crescimento saudável do cabelo.

Óleo de abacate

Umectação capilar com óleo de oliva

O óleo de oliva traz lipídios, vitaminas A, D e E e aminoácidos que retêm a umidade dos fios, dá brilho, ajuda a combater o frizz, a caspa e as pontas duplas, reduz a queda, hidrata, e cuida também dos fios quimicamente tratados.

Óleo de oliva
Top view of an olive oil bottle and a little glass bowl filled with green olives on rustic wood table. Two olives with leaves are at the top-right while a bowl filled with olive oil is at the center-top beside the two olives. An olive tree branch is at the left-top corner. A wooden spoon with three olives comes from the right. Predominant colors are gold, green and brown. DSRL studio photo taken with Canon EOS 5D Mk II and Canon EF 100mm f/2.8L Macro IS USM

Umectação com óleo de girassol

Não é atoa que, de uma flor linda, poderia vir esse óleo capaz de ajudar a recuperar os fios das agressões externas, além de hidratar, definir os cachos e fortalecer as madeixas. Isso tudo graças às vitaminas C e E e minerais presentes no ingrediente. Ele também é bem levinho, ou seja, traz brilho e leveza sem pesar.

Óleo de girassol

Óleos de umectação #Todecacho Salon Line

Pensando na importância da umectação, oferecemos produtos que facilitam o dia a dia de quem for realizar o procedimento.

Óleo de Umectação Girassol/Oliva/Coco

Girassol, coco e oliva, todos estes ingredientes a favor do seu cabelo. Um óleo totalmente vegano, livre de sulfato, petrolato e silicone. Ele nutre e hidrata, garantindo maciez e brilho.

Blend de Óleos de Argan

Além do poder da argan, você encontra no produtinho uma mistura de manga e coco. Outro produto completamente vegano que define os cachos, elimina o frizz e as pontas duplas.

Rícino Puro

Esse é especial para as cacheadas, crespas e as que estão passando pela transição capilar. É 100% vegetal e liberado, além de possuir ação fortalecedora, que combate a queda por quebra.

Agora, você já está por dentro de tudo sobre umectação capilar. Que tal nos deixar um comentário contando sua experiência?!

4 comentários

  1. Jessica disse:

    Meu sonho é deixar meus cabelos com os cachos de novo e crescer, porém não consigo. Triste

    1. Salon Line disse:

      Je, nós criamos um site com muitas dicas para inspirar quem está na fase da transição capilar ou pensando em entrar nela. Dá só uma olhadinha! ?? https://meajudenatransicao.com.br/

  2. Eva Nascimento Santos disse:

    meu cabelo é Crespo só que é muito fino fica difícil encontrar produtos que dá certo com ele.

    1. Salon Line disse:

      Eva, você já conhece a linha “#Todecacho – Crespíssimo Poderoso”, que nutri, hidrata e modela, dando força e elasticidade para os belos! Madeixas de diva com esse produtinho poderoso! Vem dar uma olhadinha, beijos!
      https://www.lojadasalonline.com.br/pesquisa?t=creespissimo+poderoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe essa Notícia