Tudo o que você precisa saber sobre coceira no couro cabeludo

Só de ver essa foto deu aquela coceira na cabeça? Assim como o bocejo, a coceira é um comportamento contagiante e ver alguém se coçando nos gera a vontade de nos coçar também. Mas uma coceira persistente deve ser investigada, pois ela pode ser um sintoma de uma simples alergia ou até mesmo uma doença mais séria.

A coceira no couro cabeludo, cientificamente conhecida como “prurido do couro cabeludo”, acontece quando há um desequilíbrio na hidratação natural dessa região e pode ser causada por diversos fatores, como infecções por fungos e alergias. Além de deixar o couro cabeludo coçando, esses eventos provocam vermelhidão, sensibilidade, descamação e irritação, o que pode danificar os folículos capilares.

Se a coceira no couro cabeludo é um problema constante na sua vida, saiba tudo sobre ela e como se livrar de uma vez por todas.

Causas da coceira no couro cabeludo

São muitos os fatores que podem deixar o seu couro cabeludo coçando, alguns ligados ao estilo de vida e a forma como você cuida da sua saúde capilar, outros mais ligados a doenças que precisam de acompanhamento médico. Veja algumas causas possíveis para a coceira na cabeça:

Dermatite seborreica: processo inflamatório do couro cabeludo que ocorre devido ao aumento da produção de sebo pelas glândulas sebáceas, ou seja, produção excessiva de oleosidade e tem como principais sintomas a descamação (caspa) e a coceira no couro cabeludo.

Dermatite de contato: reação inflamatória na pele que pode ser causada por certos produtos químicos, como shampoos ou tinturas de cabelo, que ocasionam irritação e alergia, o que leva à coceira na cabeça.

Micose do couro cabeludo: infecção fúngica, ou seja, causada por fungos, causada pelo contato com pessoas, animais ou objetos contaminados, que resulta em marcas circulares e muita coceira.

Estresse: mecanismo fisiológico natural que, quando em excesso, libera altos níveis de cortisol (hormônio), capaz de provocar alguns danos ao sistema imunológico e na pele, como irritação no couro cabeludo e coceira.

Como tratar coceira na cabeça

A coceira no couro cabeludo pode ser tratada de diversas formas, dependendo da sua causa. No caso da dermatite seborreica, o uso de um shampoo anticaspa pode solucionar o problema, junto da higiene correta do couro cabeludo e de utensílios capilares, como pentes e escovas.

Já a dermatite de contato e a micose precisarão do diagnóstico de um especialista para que a origem da alergia seja investigada e, assim, o melhor tratamento possa ser feito. Nesses casos, pode ser indicado shampoos com ativos específicos para exterminar o problema, além de cremes ou pomadas.

Quanto ao estresse, alguns hábitos da rotina devem ser revistos para minimizar os eventos estressantes, bem como procurar atividades relaxantes e de lazer. Mais que procurar um dermatologista, um psicólogo pode contribuir para entender a causa do problema.

Como evitar coceira no couro cabeludo

Caso você tenha tirado a sorte grande e não esteja com aquela coceira na cabeça agora ou se já sofreu desse mal e não quer mais passar por isso, siga esses cuidados básicos:

  • Lave o cabelo regularmente.
  • Evite lavar os fios com água quente.
  • Aplique condicionador apenas nas pontas dos fios.
  • Use produtos capilares menos agressivos.
  • Não abafe ou prenda o cabelo molhado.
  • Evite o estresse.


E o mais importante: cuide do seu couro cabeludo! Para te ajudar nessa, sabia que existem produtos específicos para ele? Os tônicos capilares são grandes aliados e você tem duas opções poderosas: Tônico Fortalecedor SOS Bomba Antiqueda e o Tônico Fortalecedor SOS Bomba Crescimento Acelerado. Com eles, o seu couro cabeludo vai ficar mais saudável e seus fios crescerão mais fortes e bonitos! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Horas
minutos
segundos