Como tirar o vermelho do cabelo

Mulher de cabelo liso, da cor vermelho borgonha

Quem tem ou já teve cabelo com mechas de tons vermelhos sabe o trabalho que pode dar para mudar de cor se você não souber exatamente como tirar o vermelho do cabelo, não é verdade? Portanto, se você está passando por isso agora, fique calma, porque tu não vai precisar ficar com o cabelo vermelho para sempre. Confira algumas maneiras de se livrar da cor e partir para um novo visual.

Como tirar o vermelho do cabelo e deixar castanho?

Para passar dos fios vermelhos para os castanhos o processo é menos agressivo do que ir para o loiro. Isso porque, caso sua cor atual seja um vermelho mais fechado, você pode facilmente optar por uma coloração castanha que cubra a tonalidade vermelha. Mas calma, não adianta escolher um tom super escuro de castanho pensando que ele vai cobrir tudo. A ideia é realizar o procedimento com um profissional para que ele possa lhe indicar qual o tom de castanho será necessário para cobrir adequadamente as nuances vermelhas no fio.

No caso de vermelhos mais abertos a situação é mais chatinha. Ou seja, antes da coloração final, o profissional deverá neutralizar a pigmentação vermelha para depois partir para o castanho. Para o procedimento de neutralização geralmente a cor usada é a verde, mas somente um profissional qualificado saberá avaliar exatamente o que fazer. Por isso, não tente fazer sozinha se não quiser que o resultado seja insatisfatório.

Como tirar o vermelho do cabelo e deixar loiro?

Tirar o vermelho e partir para o loiro é uma decisão mais ousada. Isso porque vai exigir mais do seu fio, vide que ele deverá passar pelo processo de decapagem antes de tudo para a retirada do pigmento vermelho. Também é importante destacar que mais de uma decapagem pode ser necessária, e com isso os fios acabam sofrendo danos.

Portanto, não espere um resultado imediato e também é imprescindível que você faça tratamentos de cronograma capilar antes de partir para a decapagem. Isso porque o fio precisa estar saudável para passar por esse procedimento. Depois de retirar toda a coloração vermelha é possível partir para o loiro, porém, opte por um loiro médio ou escuro para não danificar demais os fios com descolorações a fim de atingir tons muito abertos.

É possível passar do loiro para o platinado?

É possível, mas com algumas ressalvas. Isso porque, submeter os fios a uma descoloração tão pesada quanto a que é realizada para fios platinados é pedir demais para um cabelo que acabou de passar por procedimentos de decapagem.

Se você realmente quer investir no platinado, a dica aqui é realizar o processo gradualmente com o auxílio de luzes. Uma dica: tenha paciência para ir aplicando as luzes com o tempo até que chegue na coloração global. Afinal, não adianta nada ter pressa e ficar com as madeixas mega danificadas, não é mesmo?

Como tirar o vermelho do cabelo sem danificar os fios?

Qualquer procedimento químico danifica a fibra capilar, porém, há alguns cuidados que podem tornar o processo menos agressivo. Conheça alguns abaixo e certifique-se de investir neles!

  • Antes de qualquer coisa, passe a seguir um cronograma capilar algumas semanas antes de passar pelo procedimento químico. Dessa maneira você prepara os fios contra os danos.
  • Não tenha pressa. Querer um resultado imediato pode levar a atitudes não muito sábias que podem danificar e muito os fios. Opte sempre por uma restauração gradual da cor.
  • Capriche nas etapas de reconstrução do cronograma capilar para restaurar os fios danificados e repor a massa do fio com o auxílio de produtos com queratina na composição.
  • Caso note os fios muito ressecados, opte também por apostar em uma umectação capilar com óleos vegetais puros de vez em quando, eles fazem um milagre nos fios opacos e sem vida.

 

Gostou das dicas? Agora que você já sabe como tirar o vermelho do cabelo, pode ficar mais tranquilinha e planejar seu próximo estilo! Que tal apostar nas cores para cabelos cacheados ou um novo corte cheio de balanço para os lisos? O céu é o limite!

Avalie esse conteúdo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe essa Notícia