Produtos de cabelo que grávidas podem usar sem medo

Mulher jovem grávida feliz e bonita ao lado da janela olhando para paisagem

A gestação é um período mágico na vida da mulher e que, acima de tudo, requer bastante cuidado por parte das mamães. As transformações corporais que acontecem durante esse período são muitas, sendo a maioria delas de origem hormonal. Se por um lado as mamães sentem dores, enjoos, azias e desconfortos, os cabelos, por exemplo, tendem a ficar mais bonitos.

Nessa fase, diversos comportamentos acabam tendo que ser revistos e abandonados, assim como o uso de alguns produtos cuja fórmula podem ameaçar a mãe e o bebê, e isso também inclui cosméticos para o cabelo.

Por essa razão, muitas dúvidas acabam surgindo acerca dos tratamentos capilares que são permitidos e quais são proibidos durante a gestação. Reunimos a seguir quais procedimentos capilares são permitidos para as grávidas e em quais períodos eles podem ser feitos em segurança. Confira:

Colorações e tinturas

As futuras mamães podem pintar o cabelo à vontade, desde que se atente à fórmula do produto utilizado. A amônia e os metais pesados (chumbo e arsênio, por exemplo), são completamente proibidos nesse período. As descolorações (amônia) também são vetadas. Dessa forma, o mais indicado para alterar a cor dos fios é utilizar um tonalizante, que tinge os fios de forma superficial, mas menos danosa.

Para garantir total segurança, o recomendado também é que se espere os primeiros 12 semanas de gestação para realizar qualquer procedimento capilar, já que esse período é decisivo para a segurança da mãe e do bebê.

Óleos vegetais

Muita gente se pergunta se grávida pode usar óleo de rícino no cabelo. Apesar de não haver nenhum estudo científico sobre o assunto, em geral, os óleos vegetais são liberados, desde que sejam 100% naturais. Os óleos vegetais são ótimos para hidratar e nutrir os fios enfraquecidos, especialmente no período pós-parto.

Queratina

Outra dúvida que paira bastante na mente das gestantes é se grávida pode fazer selagem no cabelo. A selagem, primeiramente, é um tratamento à base de queratina para selar as cutículas dos fios, mais indicado para cabelos danificados pela química.

Esse tratamento, assim como o uso da queratina, é liberado durante a gestação e amamentação, desde que a gestante se atente para outros componentes da composição (o formol, por exemplo, é totalmente proibido) e respeite o período de 12 semanas de gestação. É interessante também que o produto não seja aplicado na raiz, para que não entre em contato com a corrente sanguínea.

Chapinha, secador e modelador

O uso dos aparelhos eletrônicos no cabelo está liberado, com os mesmos cuidados reservados para as mulheres não-gestantes: tenha muito cuidado com o excesso de calor, use sempre um protetor térmico e não abuse do uso dessas ferramentas de calor, pois elas podem danificar os fios, enfraquecendo-os.

Agora que você já sabe quais tratamentos capilares são seguros durante a gravidez, confira aqui os cuidados para se ter com os cabelos durante esse período maravilhoso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe essa Notícia